segunda-feira, 16 de abril de 2018

Guamaré-RN ; Precisamos debater mais políticas públicas e menos fofocas.

Lendo o brilhante artigo:Não sou situação e nem oposição,escrito por um dos melhores blogueiros do RN,Fernando Soares,resolvi escrever esta matéria porque a cada dia que passa nada se cria e a cidade continua no mesmo patamar de sempre ou seja,,em franco declínio político e social. A sociedade precisa discutir políticas públicas e menos fofocas senão,a tendência é que as redes de intrigas aumentem,e os verdadeiros problemas do município sejam esquecidos. De que adianta discutir a vida pessoal de cicrano e fulano? De que adianta dizer que vereador A ou B,é corrompido pelo poder? É preciso lembrar que,somos nós que os elegemos,e os vereadores que aí estão ,a maioria são antigos,exceto duas vereadoras eleitas.Portanto,existem órgãos competentes que qualquer cidadão pode ter acesso,e ir lá denunciar,em vez de ficarmos espalhando a lama que gera apenas inimizades e nada contribui para o desenvolvimento deste município.
         Os problemas maiores da cidade de Guamaré começa pelo eleitor,a forma como ele faz as suas escolhas; Depois,temos a falta de preparo e de conhecimento de gestão pública por parte da maioria dos candidatos á prefeito e vereador. Isso fica demostrado através de suas atitudes,sequer debatem e apresentam projetos sustentáveis,não fiscalizam as ações do executivo e na maioria das vezes,a demagogia barata impera. Chega a ser constrangedor um vereador omitir-se diante de um determinado processo sobre possíveis funcionários GHOST por tratar-se de um  parente de um vereador que é seu amigo. Diante disso,como um vereador que age desta maneira pode ser eleito!. A população que ficar refém de políticos que foram eleitos para trabalharem para o povo e não para defender os seus próprios interesses,dificilmente crescerá profissionalmente e a sua cidade irá desenvolver-se,porque o interesse único destes políticos retrógrados é que a população fique nessa eterna dependência deles. Uma sociedade que não prima pelo coletivo está contribuindo para que os caminhos rumos ao desenvolvimento e a qualidade de vida cheguem a passos de tartaruga ao seu meio,consequentemente,penalizando a geração futura, pois, é através do conhecimento adquirido pelo acesso á uma boa educação escolar é que o cidadão poderá contribuir para o crescimento de sua cidade .É preciso que a maioria da população tenha mais consciência social dando valor ao seu voto,elegendo seus representantes que estejam comprometidos com políticas públicas sérias e projetos sustentáveis. 
       A cidade de Guamaré não tem uma educação de qualidade,mesmo tendo recursos para tal, todavia,falta capacidade de gestão administrativa do prefeito.Como dizia o grande educador Paulo Freire: É preciso ensinarmos aos alunos decifrarem as linguagens do mundo para que possam modifica-las;Porque é isso que provoca o desenvolvimento.Entretanto, o que vemos nessa cidade é a total inércia da maioria da população que incorpora ao seu cotidiano as mazelas que afligem ao seu município; Essa passividade em aceitar as muitas ações equivocadas de seus representantes públicos é que gera o atraso. 
       Vejo a vereadora Eliane de Edinho com um futuro promissor,desde que continue com essa postura crítica,contudo a falta de maturidade política social ainda a impedem que apresente projetos relevantes,afinal, as armas de um grande político são as suas ideias ,a sua capacidade de fiscalizar e aglutinar pessoas.Todavia, como a excelentíssima vereadora está praticamente sozinha como oposicionista,ela precisará que aqueles cidadãos que estejam realmente imbuídos em contribuir com as melhorias desta cidade,a apoiem.
       No tocante a administração do prefeito Hélio, contra fatos não há argumentos,e para não ser repetitivo,basta observar que a cidade de Guamaré não teve avanços significativos,basta olhar que essa cidade não é referência nacional em nada,mesmo tendo vultosos recursos públicos. Isto acontece,porque a o prefeito gere essa cidade como se estivéssemos na época dos Flinstones. O campo de visão sustentável do prefeito e dos vereadores não são amplos,pois a regra operacional deles é sempre administrar a conta gotas para que possam ter o voto de cabresto. Todavia,os tempos são outros,afinal,a globalização fez com que as pessoas possam interagir mais uns com os outros,sabendo o que é bom e o que é melhor,diferentemente de 30 anos atrás em que eram fáceis encontrar verdadeiros e intransponíveis currais eleitorais. Diferentemente da cidade de Guamaré que não fica no fim do mundo,as mudanças virão a partir do momento em que maioria da população resolver dar um basta nesta situação,saindo de sua zona de conforto quebrando o cordão umbilical com aqueles representantes públicos que apenas enxergam a prefeitura como cabide de empregos para seus eleitores, e não como um órgão administrador.
      Hoje,o que diferencia o prefeito Hélio da oposição, é que Hélio que ser prefeito,nada mais;Enquanto a oposição quer bater palmas. Então senhores,deixe o prefeito trabalhar,mesmo sabendo que o modelo arcaico de gestão provinciana não contribuem para o desenvolvimento desta cidade,a não ser para o desperdício do dinheiro público. E a medida que o temp

3 comentários:

Os comentários serão avaliados antes de serem liberados